Resenhas:

Resenha: O Primo Basílio


Oii gente!

Hoje trago para vocês a resenha do livro O Primo Basílio, escrito por Eça de Queirós.
Vamos lá!






SOBRE O LIVRO: Instituição das mais sólidas na sociedade burguesa do século passado, o casamento recebe seu primeiro questionamento público nos países de língua portuguesa com este romance de Eça de Queirós. Nele, o autor desenvolve uma ousada crítica de sua época e consolida o Realismo em Portugal. Trata-se de um livro fascinante que ainda hoje gera polêmica.












Datado dos anos de 1878, o livro Primo Basílio explora a burguesia de Lisboa. Através de uma análise sucinta da sociedade da época, ele conseguiu dar vida a uma das histórias mais memoráveis do Realismo.
Luisa vive uma vida  simples na burguesia de Lisboa. Casada com Jorge, ela possui grandes amigos que a visitam sempre e se sente feliz em sua vida pacata.
 Até chegada de seu Primo Basílio, com quem teve um romance na adolescência, mas que a abandonou sem grandes explicações, quando veio ao Brasil,
Se aproveitando da ausência de Jorge, que tinha viajado a trabalho, Luisa passa a ter um relacionamento extraconjugal com seu primo,influenciada pelas ideias romantescas que tanto povoam os livros que  lê e as palavras bonitas ditas por Basílio.No entanto, manter em segredo uma relação não é tão simples assim e quanto mais se aprofunda nesta paixão avassaladora, mais vê sua vida se virar de cabeça para baixo.  
A solução para todos os seus tormentos seria  por fim nesta relação, no entanto, Juliana, sua empregada, uma mulher invejosa, cruel e interesseira, rouba uma das cartas enviadas por Basílio e começa a, não apenas chantageá-la, mas também humilhá-la.
O relacionamento extraconjugal entretanto, não é exatamente aquilo que espera e ao perceber que na verdade, tudo que deseja é a antiga vida que já possuía, ela faz de tudo para manter esse relacionamento em segredo, até mesmo aguentar os disparates de Juliana.
Em muitos momentos senti pena de Luisa ao vê-la em situações tão constrangedoras, mas na maioria do tempo sentia raiva dela por se deixar entrar nessa situação tão contundente.  Luisa, que se envolve com Basílio não por amor, apenas por deslumbramento, se torna uma pessoa desagradável e arrogante.  Diferente da menina doce pela qual Jorge se apaixonou.
E Juliana, a amargura que sente não seria culpa de todos percalços que sofreu na vida?Não seria ela também vítima de toda crueldade da sociedade?
Tendo como pano de fundo a decadência da burguesia lisboeta, Eça nos apresenta uma história surpreendentemente bem construída. os personagens incrivelmente caracterizados e o cenário que serve de pano de fundo muito bem descritos. Até mesmo por isso, a história se torna um pouco cansativa, pois muitas páginas são apenas para descrever a cidade na época da escrita do texto.
Conforme nos é apresentado os personagens, fica claro suas intenções e aptidões. Nenhum de seus personagens são bons ou ruins, todos possuem seus conflitos.
Como disse anteriormente, o autor se apega em cada detalhe para caracterizar bem a história, e, ao mesmo tempo em que isso te faz conhecer melhor a Lisboa da época, se torna um pouco enfadonho.
Há também a dificuldade do texto, uma vez que foi escrito nos anos de 1800, contem palavras que não são mais usadas nos dias atuais, mas de forma alguma isso atrapalha a compreensão do texto.
O interessante é que ao analisarmos a obra, há muito que se encaixa nos dias atuais, como a insatisfação, a inveja e também o deslumbramento.
Um ótimo texto para se refletir e conhecer um pouco mais sobre Portugal de antigamente,

CLASSIFICAÇÃO: 








Título: O Primo Basílio 
Autor: Eça de Queirós
Editora: Ática
Páginas: 352
Ano: 1999
Gênero: Realismo
Saiba mais: Skoob
Onde Comprar Livros: 

Onde Comprar e-Books:

Gostaram da resenha?
Se sim deixe seu comentário e não esqueça de curtir o blog!
Beijão e tchau tchau 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu!
Deixe seu comentário e não esqueça de deixar o endereço de seu blog, para que eu possa dar uma espiadinha!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...