Resenhas:

[RESENHA] Sete Minutos Depois da Meia-Noite - Patrick Ness


Oii gente!
Como vocês estão?
Hoje é dia de resenha deste livro que acabou de se tornar um filme.Queria ter postado a resenha antes dele chegar às telonas, mas não consegui, então vai depois mesmo. (HAHAHAHAHAHA)



SOBRE O LIVRO: Conor é um garoto de 13 anos e está com muitos problemas na vida. 


A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas da escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo terrível que o faz acordar em desespero todas as noites, às 00h07 ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido. 



O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa muito frágil e perigosa. O monstro quer a verdade. 



Baseado na ideia de Siobhan Dowd, Sete minutos depois da meia-noite é um livro em que fantasia e realidade se misturam. Ele nos fala dos sentimentos de perda, medo e solidão e também da coragem e da compaixão necessárias para ultrapassá-los.





Sete Minutos Depois da Meia-Noite, foi uma das grandes surpresas literárias do ano passado para mim.Apesar da capa assustadora, a história é na verdade um drama.
Tudo se passa na Inglaterra, onde Conor mora apenas com a sua mãe, que está severamente doente e fazendo tratamentos que a deixa cansada e abatida. 
Seu pai foi morar nos Estados Unidos com sua nova esposa que está grávida. Conor quase não o vê mais, a relação dos dois se limita apenas em ligações esporádicas.
Conor é uma criança de 13 anos, com responsabilidade de um adulto, cuida de casa,faz seu próprio café e cuida da mãe. É muita responsabilidade para um garoto que deveria se preocupar em ser apenas um menino.  Pensando nisso, sua avó por parte de mãe vai morar com eles, ideia que Conor não aprova. 
Ele acha sua avó uma megera, sempre o olhando como se ele tivesse quebrado algo e escondido embaixo do tapete.
Tirando o olhar sempre inquisidor de sua avó, Conor é invisível.
Na escola todos o ignoram. Ele odeia o olhar indulgente que lhe é direcionado. Exceto Harry , que dedica seus dias a atormenta-lo.
Para ele ser invisível é um modo de conter toda a raiva que sente de si, dos amigos,do pai,do mundo.
É nesse cenário que o monstro surge pela primeira vez. Uma árvore enorme, um teixo que vive perto de sua casa há anos.
 A árvore veio em sua direção a 00:07, para lhe contar uma história. Em troca Conor teria que lhe contar algo mais assustador que qualquer monstro que possa existir. Conor precisa lhe falar a verdade.E dizer a verdade não é fácil. Principalmente dizê-la para nós mesmos. 
As histórias que no começo não faziam nenhum sentido para o garoto, nos mostra que a vida nem sempre é como queremos,que nem todos têm o final feliz desejado, mas que apesar de tudo há alegria escondida dentro de nós.
Esse é o tipo de livro que lemos em questão de horas, não por ter poucas páginas, mas porque a história é tão envolvente que não dá vontade parar de ler. 
Tratando de temas complexos, o livro me levou às lágrimas em alguns momentos, pois o sofrimento de Conor era quase tangível.  Minha vontade era leva-lo para casa e dizer que tudo iria ficar bem.  
Não conhecia as obras de Patrick, mas com certeza esse foi um bom modo de inicia-las.

CLASSIFICAÇÃO:






Título: Sete Minutos Depois da Meia-Noite
Título Original: A Monster Calls
Autor: Patrick Ness
Editora: Novo Conceito
Páginas: 160
Ano: 2016
Tradutor: Paulo Polzonoff Junior
Gênero: Drama
ISBN: 9788581638249
Saiba mais: Skoob

Onde Comprar: 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu!
Deixe seu comentário e não esqueça de deixar o endereço de seu blog, para que eu possa dar uma espiadinha!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...