Resenhas 2018

TAG: Palavra Cruzada



Oiii genteee!

Hoje é domingo, dia de se divertir com essa TAG maravilhosa.
Encontrei a Tag Literária: Palavras Cruzadas nos blog decidi do Ben Oliveira e apesar de estar devendo inúmeras resenhas, decidi respondê-la . 
Gosto das tags, pois elas são uma forma de relembrar livros e recomenda-los para vocês, de uma forma diferente.
Se vocês, assim como eu, amaaa responder TAGS,clique AQUI para ver outras que já respondi aqui no blog.



1. Vox Populi (Um livro que recomendaria para todo mundo).


Laranja Mecânica - Anthony Burgess: Comecei a ler esse livro com grandes expectativas e Anthony foi além do que eu poderia imaginar. O livro, foi escrito em 1962, mas é como se tivesse sido escrito agora. É atual, instigante e de uma violência sem tamanho. Os personagens são crus, dotados de uma violência sem tamanho, como forma de lutar contra uma sociedade que usa a violência para acabar  com a violência.



2. Maldito plágio (Um livro que gostaria de ter escrito).


Só Garotos - Patti Smith:  Escolhi esse livro, pois se eu o tivesse escrito significaria que eu fiz parte da melhor época musical ( na minha modesta opinião): O final dos anos 60 e início dos anos 70. Ela, que se tornou uma cantora de sucesso, teve oportunidade de ir no show do Jim Morrison, cantar com Janis Joplin e frequentar festas com Jimmy Hendrix. Quer vida mais incrível? 

3. Não vale a pena derrubar árvores por causa disto.


Para Sempre:  Kim e Krickitt Carpenter: Li muitas resenhas positivas sobre esse livro e pensei: "Por que não?"
E a verdade é que foi uma decepção só. Enquanto lia só conseguia pensar no quanto a história é maçante e escassa de sentimento. Nada que cause comoção
Esperava algo mais literário e a história e totalmente autobiográfico.  Não que a história não seja bonita e  de superação, mas faltou sentimento nela.história autobiográfica, sem nenhum trecho que pudesse causar comoção, embora seja triste e linda.

4. Não é você, sou eu (Um livro bom lido na hora errada).

Não me lembro de nenhum livro que li no momento errado, então vou deixar essa sem responder. ¯\_(ツ)_/¯

5. Eu tentei... (Um livro que tentou ler, mas [ainda] não conseguiu).



O Mundo de Sofia - Jostein Gaarder - Juro que tentei!Mas apesar de já ter começado ele inúmeras vezes, nunca consegui chegar nem na metade. Então desisti. 


6. Hã? (um livro que leu e não entendeu nada OU um livro que teve um final surpreendente).

 O Caso dos Dez Negrinhos - Agatha Christie - Está aí um livro que me surpreendeu do início ao fim. A história é bem montada, cheia de suspense, com um final que me deixou boquiaberta.
 Posteriormente esse livro mudou de nome para E Não Sobrou Nenhum. 

7. É tão bom, não foi? (um livro que devorou).


A Hora da Estrela - Clariace Lispector: . Em pensar que quase desisti desse livro! A introdução é um pouco cansativa, mas  ao passar essa parte, que história! Me senti tão envolvida com a personagem, que li esse livro em um dia. Tive sentimentos ambíguos com relação a personagem principal, Macabéa. Ora senti raiva, ora pena, ora vontade consolar... Só um grande livro pode nos causar tantos sentimentos em tão poucas páginas.

8. Entre livros e tachos (uma personagem que gostaria que cozinhasse para você).


Harry Potter e a Câmara Secreta - J.K.Rowling: Com toda certeza da vida, adoraria que a Molly Weasley (mãe do Rony) cozinhasse para mim na Toca. Além de ser uma mãe incrível e uma cozinheira de mão cheia, quem sabe não poderíamos conversar um pouco sobre Hogwarts?

9. Fast Forward (um livro que podia ter menos páginas que não se perdia nada).



Eragon - Christopher Paolini: O autor tem um estilo muito descritivo, que torna o livro maçante. Ele foca muito no cenário, vestimenta, personagens secundários, e um livro que poderia facilmente ter 200 páginas, tem 600.

10. Às cegas (um livro que escolheria só por causa do título).


Abominação: Gary Whitta: Eu jurava que esse livro seria um de terror, daqueles bem terríveis, que te deixa sem dormir durante a noite.Não é o que parece? Mas nãããooo!!
Esse é um livro que mistura história e fantasia e certeza está na minha lista de desejados.

11. O que conta é o interior (um livro bom com uma capa feia).



O Morro dos Ventos Uivantes - Emily Bronte: Li esse livro porque é o favorito da Bella Swan ( O Crepúsculo) e na época foi uma série que me marcou muito. Adorei a história, trágica e bonita, mas com uma capa que deixa a desejar.

12. Rir é o melhor remédio (um livro que tenha feito você rir).



Série Becky Bloom: Não li esse livro, devorei! A personagem Becky se envolve nas mais diversas confusões, tudo porque é viciada em compras. Um livro leve, engraçado e bem humorado, mas com aquela pitadinha de romance. Vale a pena.


13. Tragam-me os Kleenex, por favor (um livro que tenha feito chorar).



A Lição Final - Randy Pausch: Este foi um livro que não dava nada e no final foi tão emocionante, tocou tão fundo meu coração que foi impossível conter as lágrimas em vários momentos. Lindo, inspirador e profundo, esse livro mora no meu coração.


14. Este livro tem um V de Volta (um livro que não emprestaria a ninguém).




Harry Potter e a Pedra Filosofal - J.K.Rowling: Não dou, não vendo e não empresto, esse é meu lema quando se trata de coisas do Harry Potter. Em especial esse livro que é, sem sombra de dúvidas o meu favorito no mundo todo. 

15. Espera aí que eu já te atendo (um livro ou autor que está constantemente a adiar).



O Silêncio da Chuva - Luiz Alfredo Garcia-Roza: Tenho esse livro há mais de 6 anos e sempre adio a leitura. Não sei porque, sempre digo que vou lê-lo, mas acabo trocando por outro. Mas prometo que até ano que vem termino a leitura. (Ou não...)

E essas foram minhas respostas!
Espero que tenham gostado!

Um super beijo
Tchau!Tchau! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Esse espaço é seu!
Deixe seu comentário e não esqueça de deixar o endereço de seu blog, para que eu possa dar uma espiadinha!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...