Resenhas 2018

[RESENHA] O Arcano Nove - Meg Cabot #2

Título: O Arcano Nove
Título Original: Ninth Key
Série: A Mediadora #2
Autora: Meg Cabot
Páginas: 272
Ano: 2005
Gênero: Fantasia
Saiba Mais: Skoob

Compre Aqui



Para uma adolescente, trocar de cidade pode ser um trauma. Para Suzannah, a mudança de Nova York para Califórnia está sendo ótima: novos amigos, muitas festas e dois caras bonitões e muito interessantes. Só que um deles é um fantasma. E o outro pode matá-la. Suzannah é uma mediadora, uma pessoa capaz de se comunicar com os mortos e resolver as pendências deles na Terra. A velha casa para onde se mudou com a mãe e o padrasto é assombrada por Jesse, um fantasma jovem e gentil. Como Jesse não liga muito para ela (e, além do mais, está morto), Suzannah se entusiasma com o interesse de Tad Beaumont, o garoto mais cobiçado da cidade. Mas o fantasma de uma mulher, cujo assassinato pode ter relação com um mistério no passado de Tad, a atormenta. E a vida de Suzannah pode estar ameaçada. Ser adolescente é complicado. O que dizer de uma garota que precisa dividir sua atenção entre a própria vida e a morte dos outros? 



Segundo livro da série A Mediadora. Desta vez Suzie se envolveu em uma grande confusão: o espírito de uma mulher aparece em seu quarto aos gritos pedindo para avisar ao Red que ele não teve culpa em sua morte.

Mas quem é Red? Ao tentar desvendar esse mistério, Suzie se depara com uma série de assassinatos e algo bem sobrenatural.

Gostei muito mais desse livro, apesar do texto ainda ser bem juvenil. Gosto da forma como a autora dá continuidade a história, embora sejam histórias completamente diferentes.
Suzannah continua bem humorada, levando de forma divertida seu dom,ao mesmo tempo que lhe falta tato para lidar com seus três irmãos, Soneca, Dunga e Mestre.

Neste livro, há uma interação maior entre Suze e seus irmãos, o que nos dá momentos muito divertidos.

"Mas qual é a graça de se ter irmão adotivos se a gente não pode tortura-los?"

Ainda acho que falta algo em Suzannah que nos ligue ao personagem. Muitas vezes ela é tão rasa e superficial que é cansativo, como nos momentos que ela fala de roupa e marcas famosas. Eu entendo que esse é o pensamento normal para uma menina de 16 anos, mas tais partes torna o texto um pouco lento.

Gosto como Meg criou uma heroína tão cheia de defeitos, imprudente e impulsiva e como a autora a faz com que cada uma de suas atitudes tenha uma consequência, seja ela boa ou ruim. Ela é a adolescente que foge dos estereótipos típicos de uma adolescente. Ela é simplesmente ela, não gosta de ser vitimizada e isto é uma ótima sacada.

Como disse na resenha do primeiro livro, é para se ler sem expectativas. A autora consegue nos fazer rir em muitos momentos, nos divertir e nos surpreender com um final emocionante. Foi impossível conter as lágrimas no finalzinho, o que foi surpreendente.

O mistério sobre quem é Red, teve um desfecho surpreendente. A autora enveredou por um caminho totalmente inusitado, que me deixou boquiaberta. 

Ainda merecendo todo destaque do livro, temos Jessie. Neste segundo livro ele não tem tanta participação quanto no primeiro, mas os momentos em que aparece são um dos melhores do livro, assim  como a maior participação do Padre Dom. Suas interações com Suzie são sempre divertidas.

Este é sem dúvidas um livro para ler sem grandes expectativas. A história segue um ritmo gostoso, prende a atenção do início ao fim.



Um comentário:

  1. Oi Juliana, tudo bem? Não me lembrava mais da sinopse desse volume, faz muito tempo que li, mas sempre que vejo as capas acabo abrindo um enorme sorriso, amo a série!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

Esse espaço é seu!
Deixe seu comentário e não esqueça de deixar o endereço de seu blog, para que eu possa dar uma espiadinha!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...